RELACIONADOS



categorias

18 de agosto de 2016

Nunca desista dos seus sonhos (eles não desistem de você)


Eis o relacionamento mais recíproco do mundo: você e seus sonhos.
Não importa onde nem como, eles estão esperando por você.
Seja o emprego dos sonhos, a descoberta, o amor da sua vida, seus dez filhos (ou três deles), o encontro, o carinho, o caminho, o sorriso, o abrigo, a casa que você sempre imaginou ter, um mundo melhor, as pessoas mais justas... eles esperam por você.

Em algum lugar, talvez do seu lado, ou a dez passos de distância, ou a mil quilômetros, ou o dobro disso e mais um pouco, mas eles te esperam. Da mesma forma que você os procura, na mesma intensidade, na mesma voracidade, na mesma ânsia. Eles querem te encontrar como você quer encontrá-los.

Talvez por isso os lapsos de memória sejam constantes, talvez por isso você se pergunte se não está no local errado, talvez esteja mesmo, ou não. Talvez você precise mudar algumas coisas ou mudar-se para perceber que aqueles sonhos não eram os teus sonhos, e que as coisas são mutáveis, assim como tudo o que você acredita e que o seu maior sonho é continuar... descobrindo.

As demais coisas que se acrescentem, porque eu quero mais, sempre mais. Nunca estou satisfeita, meus sonhos me esperam todos os dias, antes de tomar meu chá, antes de dormir, enquanto durmo, quando acordo, tomo meu café, faço as coisas que preciso fazer, as que quero fazer, as que amo fazer, meus sonhos estão me esperando... sempre e em cada pequena coisa que faço eles se aproximam mais, se já não são as pequenas coisas que me fazem construir este caminho...

Eu os encontro em cada milésimo do meu dia, os procuro, os encontro, continuo sonhando e esperando com o momento que colidiremos e sorriremos, bobos, um para o outro, dizendo: eu sempre soube que te encontraria.

Parece que tem alguém batendo na minha porta, mas não deve ser nenhum dos meus sonhos, não seria tão fácil assim.
Deixe-me abrir.

Era você.